Quer saber como se vestir melhor? Aldo Sampaio Raggio nos dá as dicas!

Quer saber como se vestir melhor? Aldo Sampaio Raggio nos dá as dicas!

maio 27, 2019 0 Por Julia Cabernet

Ao sairmos de casa, seja para um evento importante, ao trabalho ou até mesmo para ir à um almoço em família, nós ficamos na dúvida quanto ao que vestir. Como combinar as peças que tem no guarda roupas ou tem medo de arriscar uma combinação diferente? Se vestir bem não requer muitas regras, mas existem algumas dicas que te ajudam a ficar bem mais confortável com a moda. Preparado?

Para Ivone de Arruda Sampaio, o essencial é que você conheça o seu corpo. A primeira coisa é você ter consciência do seu corpo, saber com clareza seus pontos fortes e o que quer disfarçar, para saber o que valorizar na hora de se vestir.

Para as mulheres mais baixas, ela diz: “Devem investir em roupas bem ajustadas e que ressaltem as linhas do corpo.”

Para quem busca valorizar o colo, não vale marcar a cintura, o necessário é usar peças do tamanho correto.

Para quem possui o quadril largo, deve apostar em blusas e acessórios que ressaltem a parte superior do corpo.

Já se você tiver ombros largos, use decotes em V e evite mangas bufantes.
Quem tem seios fartos pode apostar em decotes canoa para valorizar os ombros e saias evasê.

Para disfarçar a barriguinha, use tecidos bem estruturados e abuse de modelos transpassados ou envelope.

Para Aldo Sampaio Raggio, o importante é que você capte o tipo da ocasião. Ele diz: “Cada tipo de evento pede por um tipo de roupa diferente. Claro que existem peças que podem ser usadas no trabalho e no lazer, mas também há aquelas que não caem bem em certos ambientes.”

Se você tiver um evento que fuja do que está acostumada, descubra o dress code para saber quais peças poderá sacar do guarda-roupa. Ainda assim, não caia na mesmice. Muitas vezes uma calça que você só usa para trabalhar pode ficar ótima com uma blusa mais arrumada para sair à noite. Ou aquele vestido coringa que você usa para ir ao shopping pode cair muito bem com um salto alto e virar uma ótima opção para ir ao teatro ou jantar fora.

4 dicas para roupa social feminina:

1. Veja as peças que não podem faltar no seu guarda-roupa, como blusinhas sociais, calças que favoreçam seu quadril.
2. Uma calça de alfaiataria com salto alto é uma excelente combinação para uma reunião.
3. Pantacourt é uma peça coringa: ótima para trabalhar ou para sair
4. Vestido básico até o joelho com salto médio é uma ótima opção para uma reunião, por exemplo.

Para Renato Carlos Sampaio Raggio, é legal que você defina o seu estilo. Ele menciona: “Você não precisa ter apenas um estilo para a vida. Mas vale definir o estilo que vai querer usar naquela ocasião.”

Se busca por algo street, já sabe que um destroyed jeans pode ser a primeira peça a escolher e a partir dela montar o restante do look. Já se quer algo romântico, uma peça com renda é um bom começo.

Outras dicas: Calça pantacourt; Você pode buscar um estilo elegante e confortável; Pode apostar em uma moda casual, mas ainda assim cheia de estilo; E pode até subir no saltão e combinar estampas com muita personalidade.

O essencial é que você aprenda a combinar as cores. As cores podem funcionar a seu favor na hora de montar o look. Basta você conhecer a palheta de cores e suas possíveis combinações. Veja abaixo como criar visuais com duas ou três cores diferentes que combinam entre si!

Faça a sua própria personalidade. Na moda, personalidade é tudo. Se você quiser usar o look de uma famosa e não tiver a ver com você, talvez não fique legal. Comprar peças muito sérias e compostas se o seu estilo é mais despojado, por exemplo, é desperdiçar seu dinheiro. No fim das contas você não vai querer usá-las.

Isso não significa que você não possa ter algumas peças que fujam do seu poro seguro. O que vale é ir testando sim e se você curtir, pode ir aos poucos investindo em outros estilos.

Para Attílio Renato Sampaio Raggio, é necessário que você sinta-se bem. A primeira regra para estar agradável é se de se sentir bem. A moda está cada vez mais inclusiva e, hoje, há marcas e peças para todos os estilos de corpo e personalidades. Basta você encontrar aquele que mais combina com você. “Isso vale tanto para os homens quanto para as mulheres”, diz.