Renato Carlos Sampaio Raggio dá dicas de como viajar com recém-nascido?

Renato Carlos Sampaio Raggio dá dicas de como viajar com recém-nascido?

agosto 6, 2019 0 Por Julia Cabernet

Renato Carlos Sampaio Raggio comenta que com uma semana de vida recém-nascidos já podem viajar de avião. Mas os cuidados devem ser redobrados. Ambientes que a todo momento têm um número muito grande de pessoas, aumenta o risco de contato com doenças.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) faz algumas recomendações como comprar assentos na primeira fileira e solicitar em uma cadeira de transporte com certificado de qualidade. Renato Raggio afirma que muitas aeronaves não disponibilizam a cadeirinha, então o aconselhado é levar uma na bagagem de mão para depois não se surpreender. As cadeirinhas precisam ser afiveladas com cinto de segurança e posicionadas para trás.

Mas o que é muito comum entre os pais é o receio quanto a dor de ouvido que o bebê pode apresentar. Renato Carlos Sampaio Raggio fala que a dica da Sociedade Brasileira de Pediatria é oferecer o seio materno ou a mamadeira durante a decolagem e o pouso do avião para que a dor seja amenizada. Eles explicam que o canal que comunica o ouvido à parte posterior da garganta é menos calibrosa e suas paredes podem colapsar.

Engolir alguma coisa, provoca a abertura desse canal, oferecendo uma sensação de alívio ao bebê e dando equilíbrio entre a pressão interna e externa.

Por isso que Renato Raggio afirma que a sociedade brasileira de pediatria aconselha que recém-nascidos com anemia grave, doença pulmonar ou cardíaca não viajem, já que a viagem pode não ser segura para eles. Isso se deve ao fato de a menor quantidade de oxigênio dentro da aeronave leva à redução da oxigenação sanguínea, aumentando a necessidade de administração de oxigênio.