Operação contra o desmatamento destrói mais acampamentos clandestinos em área de proteção ambiental no PA

Operação contra o desmatamento destrói mais acampamentos clandestinos em área de proteção ambiental no PA

agosto 28, 2019 0 Por Julia Cabernet

Os alojamentos construídos com troncos, folhas e lonas plásticas eram utilizados como abrigo por madeireiros que atuavam dentro da floresta de forma ilegal.

Ao todo, 11 acampamentos clandestinos foram desarticulados. — Foto: Reprodução/Agência Pará
Ao todo, 11 acampamentos clandestinos foram desarticulados. — Foto: Reprodução/Agência Pará

Dois acampamentos improvisados foram destruídos durante uma operação nesta terça-feira (27), dentro de uma área de proteção ambiental Triunfo do Xingu, localizada entre os municípios de Altamira e São Félix do Xingu, sudeste do Pará. Os alojamentos construídos com troncos, folhas e lonas plásticas eram utilizados como abrigo por madeireiros que atuavam na floresta de forma ilegal.

Desde o domingo a operação realizada em áreas de mata já desarticularam 11 acampamentos clandestinos de madeireiros que retiravam as árvores da floresta de forma ilegal. Foram apreendidos quatro tratores do tipo escavadeira, seis armas de fogo, 14 motoserras e 19 motocicletas. A operação realiza pela fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e IBAMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Naturais e Renováveis) continua na região.

Segundo o governo do estado os alojamentos foram encontrados devido ao monitoramento feito por satélite realizado na região. “Os acampamentos ficam dentro da área de desmatamento que foram localizadas via satélites. Na mata, a gente busca pelos caminhos que levem até os acampamentos. Nesses dois últimos, nós encontramos até roupas penduradas que foram deixadas para trás”, contou o fiscal.

Área de Proteção Ambiental

Operação descobriu aproximadamente 2.000 ha de área desmatada na Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu, no Pará. — Foto: Ascom/Semas
Operação descobriu aproximadamente 2.000 ha de área desmatada na Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu, no Pará. — Foto: Ascom/Semas

A Área de Proteção Ambiental Triunfo do Xingu foi criada pelo Decreto Estadual n°. 2.612 de 04 de dezembro de 2006, possuindo uma área total de 1.679.280,52 ha, onde 66% situam-se no município de São Félix do Xingu e 34% no município de Altamira.

De acordo com a Semas, é Altamira a cidade que está em primeiro lugar no ranking de desmatamento ilegal no Pará e na Amazônia legal e São Félix do Xingu vem em seguida. A Área de Proteção Ambiental fica entre os dois municípios e recebe atenção redobrada, segundo a Semas.