Entrada de um assessor de saia no Parlamento foi uma ação política?

Rafael Esteves Martins, assessor parlamentar da deputada do Livre, Joacine Katar Moreira, deu nas vistas esta sexta-feira, 25 de outubro, por vestir uma saia, na cerimónia de abertura da XIV legislatura.

No dia em que a nova composição da Assembleia da República tomou posse, o facto despertou curiosidade, mas, sobretudo, críticas nas redes sociais, desde logo na página de Facebook do partido, que partilhou as fotografias da chegada da deputada e do assessor ao Parlamento. Noutros casos, como faz eco o site de notícias LGBTI dezanove, a escolha foi vista como um statement político, contra a discriminação da comunidade gay, lésbica e transexual e na defesa da identidade de género.

O site cita um post do assessor de 31 anos, alegadamente retirado da sua página de Facebook (que não é pública): “Jamais esquecerei o dia em que entrei na Assembleia da República com a primeira mulher negra encabeçando uma lista de um ‘partideco’ – como gostamos de dizer – que ajudei a fundar. A minha agência política sempre foi um dos traços fortes da minha personalidade, mas não estava preparado para um dia tão grande assim. Não me lembro da última vez que chorei copiosamente como o fiz na noite em que a imensa Joacine Katar Moreira foi eleita e ainda não acredito que isto tudo está a acontecer. Mas há uma coisa que eu tenho certa: viemos para ficar”. 

Na mesma linha, responde Rui Tavares, líder do Livre. “Não vou comentar escolhas de vestuário de ninguém. Deve haver centenas de assessores de 230 deputados que tomaram posse hoje e não sei, nem comento escolhas de vestuário de ninguém”, afirma ao Contacto, acrescentando que  “quem foram eleitos foram os deputados”. “Temos quatro anos de legislatura pela frente, em que espero que aqueles 230 deputados trabalhem muito a serviço do país, a começar, com muito orgulho, pela Joacine Katar Moreira, representando o Livre”, sublinhou.

O partido estreou-se, este ano, na eleição de um deputado para a Assembleia da República. Joacine Katar Moreira é também uma das três mulheres negras que, pela primeira vez, têm assento no Parlamento.  Na sua página de Facebook, o Livre publicou fotografias da deputada a chegar e entrar na Assembleia da República, acompanhada do assessor. “Um dia histórico”, refere o partido, em que “começa uma nova etapa com a tomada de posse da primeira deputada do Livre na Assembleia da República, Joacine Katar Moreira”. “Nos próximos quatro anos, tudo faremos para que a nossa visão de justiça social e justiça ambiental seja concretizada para todos os portugueses”, diz a mesma publicação.  

Ana Tomás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui