Petroleiros entram em estado de greve nas unidades da Baixada Santista, SP – G1

Funcionários do setor operacional da Refinaria Presidente Bernardes (RPBC), em Cubatão (SP), e da Unidade de Negócios no Valongo, em Santos, entraram em estado de greve neste sábado (26). Eles seguem uma mobilização nacional da categoria em busca, principalmente, do acordo coletivo. No litoral paulista, a categoria aprovou a greve no dia 10 de outubro em assembleias em Santos e São Sebastião, seguindo a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP). “É por conta da privatização, do acordo coletivo e para se ter um preço justo de combustível”, disse Adaedson Costa, coordenador-geral do Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista (Sindipetro-LP).

Diante a pressão da aprovação da greve nacional, na sexta-feira (25), o Tribunal Superior do Trabalho (TST) apresentou nova contraproposta de acordo, acatando parcialmente as demandas aprovadas nas últimas assembleias para fechar o acordo, principalmente, nos pontos que impunham a divisão da categoria.

Na manhã deste sábado, os trabalhadores que iriam entrar para o turno, por volta das 7h, conversaram com os representantes do Sindipetro-LP, em Santos e em Cubatão. Eles decidiram entrar em estado de greve e não entraram para trabalhar na empresa.

“A Federação Nacional está reavaliando a greve. Conversamos com os trabalhadores. Eles não entraram. Vamos fazer uma avaliação com a Federação para saber os próximos rumos. Por enquanto, na região, não há impacto nas operações já que os trabalhadores que entraram ontem continuam na empresa”, disse Costa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui