PGR aponta Domingos Brazão como mandante da morte de Marielle Franco – Gazeta do Povo

Em denúncia enviada ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Procuradoria-Geral da República afirma que Domingos Brazão arquitetou a morte da vereadora Marielle Franco. A denúncia foi assinada pela ex-PGR, Raquel Dodge, que também acusa outras quatro pessoas de participação no crime. Brazão foi deputado estadual por 17 anos e trabalhou como conselheiro no Tribunal de Contas do Rio de Janeiro. Essa é a primeira vez que um poder emite uma declaração taxativa sobre o assassinato da vereadora e do motorista dela, Anderson Gomes. Os dois foram mortos a tiros, em março do ano passado. As informações são do Uol.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui