?O Grêmio vai estar na Libertadores no ano que vem?, garante Renato – Jornal Correio do Povo (Assinatura)

O técnico Renato Portaluppi admite que o time ainda sente a derrota para o Flamengo e se sente envergonhado pelo resultado, mas afirmou que a partida é página virada. Continuamos tristes, mas a vida segue, temos que aprender com os nossos erros. Ficam na lona os covardes, os que têm medo, resumiu sobre o espírito que espera da equipe no restante da temporada, após a vitória contra o Botafogo na retomada dos compromissos pelo Brasileirão. Além disso, ele já projetou o próximo ano. Garanto o Grêmio na Libertadores, no G4 ou no G6, porque eu tenho confiança no meu grupo, afirmou. No momento em que eu banco, banco em nome do meu grupo, conheço meus atletas, sei que são homens, pais de família.

O ex-camisa 7 viu na partida deste domingo uma recuperação importante, na qual o time retomou o bom desempenho que vinha apresentando desde sua chegada, em 2016. Muita gente foi criticada pelo placar de quarta, então era um jogo importante, eu precisava levantar a cabeça do meu grupo e dar moral para eles, falou, ressaltando que o duelo da Libertadores foi um jogo atípico. Talvez não estivéssemos tão focados, concentrados, mas todo mundo estava elogiando até tomar o gol. Daí a maionese desandou.

Renato comentou as críticas sofridas por alguns atletas depois da goleada no Rio e disse ser inadmissível colocar em dúvida a qualidade de um ou outro jogador. Não vou falar individualmente, falo em termos do meu grupo, nem sempre um vai estar a altura de outro. Isso acontece em todos os clubes. Mas eu jamais vou falar mal de um jogador meu, jogar para a arena para os leões comerem, defendeu. Ele ainda disse que é com esse grupo que o Tricolor reencontra o caminho das vitórias, gostem ou não.

Durante o anúncio da escalação neste domingo, Paulo Victor e Rômulo foram vaiados. O técnico disse que não ouviu e explicou sua decisão por colocar o volante no lugar de Maicon no segundo tempo. Optei por ele porque a jogada forte do Botafogo é a bola aérea. No começo já tivemos esse problema porque não tínhamos um volante de altura. Quando senti que o Maicon não aguentava, fiz a substituição, disse. Rômulo tem 1,87, enquanto a outra opção, Darlan, mede 1,70.

Para o confronto contra a equipe de Alberto Valentim, Renato promoveu mudanças na escalação, atuando com um time bastante ofensivo, com Luciano e Tardelli. Questionado sobre a formação e se ela poderia ter sido usada contra o Flamengo, o comandante tricolor frisou que foi a primeira partida deles juntos e que o time ficaria muito exposto. Além disso, falou que foi uma opção ousada, mas que o resultado foi positivo e o agradou muito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui