Segunda-feira, 28 de outubro – G1

Começa a transição de governos na Argentina, e Bolsonaro se recusa a cumprimentar Alberto Fernández, o presidente eleito. As manchas de óleo voltam a aparecer em praias do Nordeste e deixam pescadores sem poder trabalhar. No Rio, a polêmica sobre um pedágio destruído pela prefeitura. Novos detalhes sobre a operação americana para matar um dos terroristas mais procurados do mundo. E o adeus a Jorge Fernando, diretor com mais de 30 novelas e séries no currículo. O presidente da Argentina, Mauricio Macri, recebeu na Casa Rosada o seu sucessor, Alberto Fernández, para iniciar a transição. Eleito em primeiro turno ontem, Fernández já começou a escolher os nomes de sua equipe. A posse será em 10 de dezembro.

O presidente Jair Bolsonaro, que está no Oriente Médio, negou-se a parabenizar Fernández, como manda a tradição diplomática.

Lamento. Acho que a Argentina escolheu mal”, afirmou.

Postura diferente tiveram os governos de Cuba, Venezuela, México e Espanha, além do FMI, que emprestou US$ 57 bilhões ao governo Macri para tentar tirar a economia do atoleiro.

“Aguardamos um relacionamento com essa administração para lidar com os desafios econômicos da Argentina e promover crescimento inclusivo e sustentável”, disse a diretora do fundo, em tom pragmático.

3 visões sobre a eleição na Argentina:

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, tem um câncer no aparelho digestivo e iniciará imediatamente a quimioterapia. Segundo os médicos, o tumor surgiu na transição entre o esôfago e o estômago e há metástase no fígado e nos gânglios linfáticos. Covas tem 39 anos e pretende continuar no cargo durante o tratamento.

O velório do ator e diretor Jorge Fernando será nesta terça (29) no Teatro Leblon, Zona Sul do Rio. O público poderá entrar entre 8h e 10h. Depois, a cerimônia ficará restrita a familiares e amigos. A cremação está marcada para as 13h no Cemitério da Penitência.

Jorge Fernando tinha 64 anos e morreu no domingo (27), após uma parada cardíaca. Ele estreou na TV em 1978, no seriado Ciranda, Cirandinha. Dirigiu 34 novelas e séries. No currículo há sucessos que marcaram gerações: Guerra dos Sexos, Rainha da Sucata, Vamp e A próxima vítima são alguns exemplos. O último trabalho foi Verão 90.

Leia também:

O óleo que se espalha pelo Nordeste já atingiu mais de 250 pontos em quase 2 meses. E o problema parece estar longe da solução.

Hoje, a gosma negra voltou a aparecer em Maraú e na ilha de Boipeba, cartões-postais da Bahia. Manchas ressurgiram também em seis praias do Rio Grande do Norte.

Em Pernambuco, o óleo está perto da praia de Porto de Galinhas, a mais famosa do estado. Em Jaboatão dos Guararapes, ao lado do Recife, pescadores estão sem trabalhar e não conseguem vender o estoque. “Estamos comendo o que tem”, diz um deles. Outro conta que até os frutos do mar que compra de um viveiro estão encalhados. É o medo da contaminação.

O STF marcou para a próxima quarta, dia 7, a retomada do julgamento sobre prisões de condenados na 2ª instância. Quatro ministros ainda precisam votar. Até agora, o placar é de 4 a 3 a favor de que condenados possam começar a cumprir pena antecipadamente. A decisão pode beneficiar milhares de presos, entre eles o ex-presidente Lula.

Um vídeo de drone divulgado hoje mostra como ficou o local em que morreu Abu Bakr al-Baghdadi, o chefe do Estado Islâmico. Assista abaixo:

Imagem de drone mostra como ficou esconderijo de Abu Bakr al-Baghdadi na Síria

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que o terrorista se explodiu em um túnel após ser encurralado durante uma operação dos militares americanos na Síria. Ele estava com três crianças.

A operação para capturar Al-Baghdadi teve oito helicópteros e um grupo de cachorros. Trump divulgou hoje a foto de um deles:

Um pedágio virou motivo de briga entre a prefeitura do Rio de Janeiro e a Lamsa, empresa que administra a Linha Amarela, uma das vias mais importantes da cidade. A disputa se arrasta desde o ano passado, e ficou mais grave depois que o prefeito Marcelo Crivella decidiu encerrar o contrato e mandou destruir as cabines, no fim de semana. Hoje de manhã, a Justiça determinou a volta da cobrança do pedágio. Agora, a polícia avalia os danos causados pelos agentes da prefeitura. Entenda a crise.

De onde viemos? Pesquisadores de Sydney, na Austrália, dizem que descobriram o ponto exato em que surgiu o Homo sapiens sapiens, há 200 mil anos. Foi em Botsuana, no sul da África. O estudo foi publicado na revista Nature, respeitada mundialmente. Saiba mais.

Segue a novela do Brexit. No novo capítulo, a União Europeia aceitou, mais uma vez, adiar o prazo para que o Reino Unido deixe o bloco. Ficou para 31 de janeiro de 2020. A data inicial era março deste ano. Após conseguir o adiamento (é o terceiro), o premiê Boris Johnson tentou de novo convocar eleições. Foi derrotado.

Os incêndios florestais que atingem a Califórnia há uma semana chegaram a Los Angeles, segunda maior metrópole dos EUA. Cerca de 10 mil imóveis foram esvaziados. O astro da NBA LeBron James precisou deixar sua casa às pressas com a família.

Uma chinesa se tornou mãe aos 67 anos. E mais: em uma gravidez natural. A criança ganhou o nome de Tianci, que em chinês significa presente do céu.

No episódio de hoje, o podcast conta como é a sala secreta em que fica a prova do Enem. O exame que mobiliza milhares de estudantes brasileiros começa no próximo domingo (3).

Carlos Eduardo da Silva Batista Leite, ou MC Du Black, é a cara do novo funk brasileiro. O carioca de 24 anos canta Gaiola é o troco, que chegou ao 1º lugar do Spotify há um mês e caiu nas graças de figuras como Neymar, Anitta e Gabigol. O podcast G1 Ouviu conta quem é MC du Black e como ele virou ícone de uma nova geração ousada, acelerada e misturada do funk. Ouve aí:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui